Setores de alimentos, bebidas e cosméticos investem em novas tecnologias e voltam a crescer